Molhos para Churrasco

Olá, pessoas.

Ontem fizemos um churrasco na casa da minha cunhada (o centro de eventos rs). Estava tudo muito bom. O churrasco se estendeu pelo dia todo. Só fomos embora depois da meia noite.  O primo Tico  pilotou a churrasqueira e fez um ótimo trabalho! Sua esposa prendada, Flávia, Fez uma torta de chocolate maravilhosa, que eu não consegui fotografar, porque todo mundo voou em cima dela.

Como eu não podia ir para o churrasco sem nenhuma contribuição, resolvi fazer três molhos para acompanhar as carnes, pãezinhos e  saladas. Fiz uma maionese verde, molho chimichurri e, o meu favorito, molho de cebola com mostarda. Fiz esses molhinhos sem muita pretensão e, pra minha surpresa, eles fizeram o maior sucesso!

Aqui vão as receitas.

Maionese verde
Ingredientes:
– 1 pote pequeno de maionese (250g)
–  1 maço de cebolinha
– 2 filezinhos de anchova
– 1 colher de sopa de orégano
– 1 colher de sopa de alecrim
– 1 colher de sopa de manjericão
– 1 colher de sopa de tomilho

Preparo:
Facinho! É só colocar todos os ingredientes no processador e bater até ficar tudo bem misturado. Eu usei para essa receita o orégano, alecrim, manjericão e tomilho secos, porque já tinha em casa, mas da pra fazer com ervas frescas também, fica até mais saboroso.

Molho Chimichurri
Pra quem não conhece, o chimichurri é um tempero uruguaio (também muito usado na Argentina) que reúne  salsinha, alho, cebola, tomilho, orégano, pimenta vermelha moída, pimentão, louro, pimenta do reino negra, mostarda em pó e salsão desidratados. Você pode reunir todos esses ingredientes e fazer o seu próprio chimichurri ou comprar pronto. Muitas lojas já vendem a mistura pronta.

Ingredientes:
– 100ml de azeite extravirgem
– 1/2 xícara de café de vinho branco seco
– 2 colheres de sopa (cheias) de chimichurri
– sale pimenta do reino a gosto

Preparo:
Facinho também! É só misturar todos os ingredientes em um a tigela e bater com um garfo para incorporar bem.
Esse molho pode ser usado tanto para deixar a carne de molho antes de fazer o churrasco (marinada), como para molhar a carne enquanto esta sendo assada, ou mesmo para temperar depois de pronta. Fizemos das três formas e todas ficaram muito boas. Mas, na minha opinião, a melhor foi temperando a carne antes de levar à churrasqueira e depois passando mais um pouquinho quando virava  na grelha.

Molho de cebola com mostarda


Esse molho é simplesmente maravilhoso para quem gosta de cebolas. Uma amiga minha me ensinou a fazer há muito tempo e desde então sou apaixonada por ele.

Ingredientes:
– 3 cebolas grandes
– 3 colheres de sopa (bem cheias) de mostarda amarela
– 200ml de azeite extravirgem
– 1 xícara de café de vinho branco seco
– sal a gosto

Preparo:
Descasque as cebolas e passe no ralador para obter rodelas bem dinas. Coloque-as de molho em água gelada por uns 10 minutos. Escorra a água e tempere as cebolas com sal. Coloque a mostarda e misture. Acrescente então o azeite e o vinho e misture.

Deixei todos os molhos na geladeira até a hora de servir.

Todos muito fáceis, gostosos e dão um toque especial no churrasco!

Beijos,
Chef Liloca

Anúncios

Noite Mexicana – Parte 1: Guacamole

Olá pessoas!

Esse  sábado fomos à casa da minha cunhada Lu e fizemos uma noite de comidinhas mexicanas. Foi muito gostoso. Fiz três pratos e acompanhamos tudo com muita cerveja gelada. Apesar de a tequila e as margaritas serem as bebidas típicas, o calor de Ribeirão não nos permitiu abandonar a cerveja. rs

Pra nosso deleite, fiz guacamole com nachos, acompanhado de molho de pimenta e pico de gallo; nachos com carne e queijo e chili com carne acompanhado de falsas tortillas. Pro post não ficar muito extenso, vou dividir a noite mexicana em 3 partes e passar as receitas separadas.

Só pra lembrar, não sou nenhuma expert nem conhecedora da culinária mundial. Nunca tinha feito nenhum desses pratos. Peguei as receitas na internet e fiz algumas modificações quando achei interessante. Não posso dizer então se ficaram como as tradicionais, mas posso garantir que ficaram todas muito gostosas.

Vou começar com o Guacamole:

Ingredientes:
-1 abacate grande
– 1/2 cebola picada
-1 tomate sem semente picado
– suco de 1 e 1/2 limão
– 1 pimenta dedo de moça sem semente picada
– azeite  e pimenta do reino a gosto
– 1 colher de sobremesa de sal

Preparo:
Corte o abacate ao meio, tire o caroço, tire a polpa com uma colher e coloque em uma tigela. Amasse com um garfo e tempere  com o suco de limão, o sal, o azeite e a pimenta do reino. Depois acrescente a cebola, o tomate e a pimenta e misture delicadamente até incorporar todos os ingredientes.

Muito simples né?
Eu não sou grande fã de abacate, mas o pessoal aprovou.

Servi em um potinho em um prato com nachos comprados prontos. O bom e velho Doritos, só que daquele sem tempero.

Pra acompanhar fiz um molhinho de pimenta e pico de gallo, que é, basicamente, um vinagrete incrementado.

Molho de pimenta

Ingredientes:
– 1 cebola pequena
– 2 dentes de alho
– 1/2 pimentão vermelho pequeno
– 2 pimentas dedo de moça sem semente
– 4 colheres de sopa de azeite
– 2 colheres de sopa demolho de tomate
– suco de 1 limão
– sal e pimenta do reino agosto

Preparo:
Esse é fácil demais. É só colocar todos os ingredientes no processador e bater até virar um molho grosso, como o da foto. O sal e a pimenta do reino vão de acordo com o paladar de cada um.

Pico de Gallo

Ingredientes:
– 2 tomates cortados em cubos
– 1 cebola picada em cubos
– 1 pimentão verde picado
– 1 pimenta dedo de moça picada
– suco de 1 limão
– sal e azeite a gosto

Preparo:
Misture todos os ingredientes em uma tigela até que fique homogêneo. Leve a geladeira por pelo menos 30 minutos antes de servir. Fácil demais, né?

Esses dois molhos nós comemos com todos os pratos, não só com os nachos com guacamole.

Tudo muito fácil e muito gostoso.
Amanhã posto a segunda parte da Noite Mexicana.

Chef Liloca

Risoto de Parmesão com Amêndoas

Olá, pessoas queridas!

Eu sei que estou meio sumida, mas é que nos últimos dias acabei não jantando em casa.

Hoje, pela primeira vez, fiz um risoto! Há tempos estou ensaiando.
Esse fim de semana comprei o arroz arbóreo e fiquei namorando por esses dias e hoje, enfim, tomei coragem para desbravar esse prato que eu tanto adoro.
Eu me pergunto: “por que eu demorei tanto pra aprender???” Meu Deus! Como ficou gostoso! E como é fácil de fazer!

Resolvi começar com uma receita mais simples, pra pegar o jeito  e não correr tanto risco de fazer errado. Peguei uma receita de Risoto de Parmesão no Cybercook que estava muito bem explicadinha e, claro, acrescentei algumas coisinhas pra deixar do meu jeito. E, então, nasceu o Risoto de Parmesão com Amêndoas.

Espero que vocês façam e sejam tão felizes quanto eu fui com esse prato. Abaixo a receita.

 

Ingredientes:
– 800ml de caldo de legumes
– 3 colheres de sopa  de margarina light sem sal
– 1 colher de sopa de azeite
– 1 cebola pequena muito bem picada
– 1 xícara de chá de arroz arbóreo
– 100g de queijo parmesão fresco ralado
– 1 colher de chá de noz moscada
– 1/2 xícara de chá de vinho branco seco
– Sal e pimenta do reino a gosto
– 1/2 xícara de chá e amêndoas picadas

Preparo:
Faça o caldo de legumes (pode ser natural ou de cubinho) e mantenha-o no fogo. Em uma panela de fundo grosso, coloque a manteiga, o azeite e a cebola. Leve ao fogo e refogue, mexendo até a cebola ficar transparente. Junte o arroz,  e refogue, mexendo rapidamente, sem parar, até os grãos ficarem brilhantes e agrupados. Adicione 1 concha de caldo fervente e deixe cozinhar, mexendo sem parar, raspando o fundo e as laterais da panela até não ter mais líquido. Adicione mais uma concha de caldo, o vinho, a pimenta do reino e a noz moscada. Coloque também uma pitada de sal, mas não exagere. O caldo e o queijo já são bem salgados. Vá acrescentando as conchas de caldo e esperando o líquido evaporar até o arroz ficar al dente. Depois de uns 15 minutos, comece a provar o arroz para acertar o ponto. O risoto estará pronto quando o grão ficar macio, mas firme. O resultado deve ser uma preparação úmida, mas sem caldo. Faltando umas 3 conchas de caldo para o risoto ficar pronto, acrescente as amêndoas picadas. Quando o arroz estiver no ponto desejado, adicione o parmesão ralado e mexa até que ele se derreta por completo. É interessante deixar o parmesão em temperatura ambiente para ele derreter rápido e o risoto não passar do ponto.
Pra servir, polvilhei um pouco de parmesão ralado e manjericão seco e enfeitei com algumas amêndoas inteiras.

Ficou uma delicia! Esse vale a pena perder um tempinho e fazer.

Chef Liloca

 

Crostinis de Alecrim e Parmesão

Boa tarde, pessoas!

Até pouco tempo eu não conhecia os “crostinis”. O que é uma pena, porque eles são simplesmente deliciosos!

Para quem não sabe, crostinis nada mais são do que bruschettas feitas com pão ciabata ao invés do pão italiano. Os recheios podem ser os mais diversos.

Esse sexta, depois de uma semana cansativa, cheguei em casa pronta para tomar uma cerveja e relaxar. Queria algo gostoso para acompanhar, mas que não desse trabalho, pois eu estava realmente exausta. Eis que me veio a ideia de fazer Crostinis de alecrim com parmesão. Eles combinaram perfeitamente com a cerveja Eisenbahn Kolsch que meu marido comprou pra gente.

Segue a receita:

Ingredientes:
– 2 pães ciabata
– azeite a gosto
– 2 colheres de sopa de alecrim seco
– 50g de queijo parmesão fresco ralado

Preparo:
Corte os pães ciabata ao meio no sentido do comprimento e corte cada metade em duas partes. Disponha-as em uma assadeira e regue-as com azeite. Elas não devem fica encharcadas, mas devem ter um quantidade generosa de azeite. Salpique o alecrim sobre as fatias de pão e, por cima, o parmesão ralado.
Leve ao forno em fogo médio por cerca de 15 minutos ou até que as beiradas do pão estejam douradas. Sirva ainda quente.

Dica: Esses crostinis de alecrim e parmesão só ótimos para acompanhar saladas.

Chef Liloca

Torrada síria com limão

Boa noite, pessoas!

Muitas das receitas que faço são para aproveitar ingredientes que já tenho em casa. Eu tinha uns pães sírios deliciosos aqui que já estavam ficando velhos, então resolvi fazer Torradas sírias com limão. Suuuuper fácil, um sabor delicioso e ficaram maravilhosas acompanhando a sopinha que tomamos para curtir esse fresquinho que é tão raro em Ribeirão.

Segue a receita:

Ingredientes:
– 5 pães sírios amanhecidos
– 1 limão grande
– 1/3 de xícara de chá e azeite extravirgem
– 1 colher de sopa de orégano seco
– 1 colher de sopa de alecrim seco
– 50g de queijo ralado
– sal e pimenta do reino a gosto.

Preparo:
Misture o azeite, o suco do limão e as raspas da casca do mesmo, o orégano o alecrim, o sal e a pimenta. Não exagere no sal pois o queijo ralado já é salgado. Disponha os pães sírios em uma assadeira e faça pequenos furos com uma faca para absorver o tempero. Com um pincel ou uma colher, espalhe generosamente a mistura sobre os pães sírios.  Não tenha dó, é pra eles ficarem bem molhados mesmo. Depois polvilhe o queijo ralado sobre eles. (Normalmente, eu prefiro o parmesão fresco nas minhas receitas, mas para essas torradas, eu acho que o de saquinho fica melhor.) Leve ao forno em fogo médio por mais ou menos 15 minutos ou até que elas fiquem torradas da maneira que preferir.

Espero que gostem!

Chef Liloca