Cestinha Oriental

Olá pessoas queridas!

Sei que faz tempo que não posto, mas ultimamente, tenho cozinhado bem menos aqui em casa. 😦

Mas, sempre que houver uma receitinha nova e bacana, compartilharei aqui com vocês.

Hoje tenho essa coisa mais linda do mundo que é a Cestinha Oriental!

cestinha_oriental

Fiquei muito orgulhosa dessa minha criação. Além de ter esse visual maravilhoso, a combinação dos ingredientes é incrível.

Aí vai a receita:

Ingredientes:
– 6 discos de massa de pastel de forno
– 1 xícara de café de gergelim
– 200g de contra filé em tiras
– 1 bandeja de shimeji
– 1 maço de brócolis ninja
– 1 colher de sopa de margarina
– 1 xícara de chá de vinho tinto seco
– 1/2 xícara de chá de molho de soja
– 3 colher de sopa de azeite
– 1 dente de alho espremido
– sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:
Tempere as tirinhas de contra filé com sal, pimenta do reino, o alho e meia xícara de vinho. Deixe descansar por 15 minutos.
Enquanto isso, corte o brócolis e coloque para cozinhar em água e sal até ficarem al dente e torre o gergelim colocando-o em uma frigideira em fogo baixo até que comecem a pular.
Pegue os discos de massa de pastel, um a um e coloque sobre uma superfície lisa. Salpique o gergelim e passe o rolo de massa levemente para fixar. Unte uma forma para cupcakes com um pouco de azeite e coloque a massa, ajeitando-a e formando as cestinhas. Leve ao forno por 15 minutos. Retire e deixe esfriar.
Enquanto as cestinhas estão no forno, coloque 2 colheres de sopa de azeite em uma panela e frite as tirinhas de carne. Preserve o caldinho que vai se formar. Reserve.
Na mesma panela, coloque 1 colher de sopa de azeite, a manteiga e o shimeji. Acrescente o vinho e o molho de soja e vá mexendo até o caldo reduzir. Acrescente então a carne e por fim o brócolis. Mexa bem até todos os ingredientes estarem envoltos com o molho.
Recheie as cestinhas com essa misturinha e sirva logo em seguida.

Espero que fiquem tão satisfeitos quanto eu!

Chef Liloca

Salada Princesa

Bom dia, pessoas queridas!

A receita de hoje é linda de se ver e maravilhosa de se comer.

Fiz essa Salada Princesa para receber em casa os queridos Gui e Paulo Victor!

salada_princesa

Como toda salada, essa não tem segredo. O que faz ela ser tão boa é a combinação certa de ingredientes e uma apresentação caprichada.

Vamos à receita:

Ingredientes:
– 1 maço de rúcula
– 1 xícara de chá de morangos
– 1/2 xícara de chá de queijo gorgonzola em cubos
– croutons ou torradinhas a gosto

Preparo:
Depois de lavar e secar a rúcula, corte de forma grosseira e disponha em um prato.
Corte os morangos em 4, no sentido vertical e disponha sobre a rúcula, intercalando com os cubinhos de gorgonzola.
Se for usar croutons, disponha-os entre os pedacinhos de morangoe gorgonzola. Se for usar torradinhas, como eu fiz, pode colocá-las nas laterais do prato.
Quando servi, temperei com um aceto balsâmico de framboesa. Ficou um espetáculo!

Espero que gostem!

Chef Liloca

Geleia de Maçã com Canela

Olá, pessoas queridas!

Semana passada resolvi me aventurar no mundo das geleias! Comecei fazendo uma de morango, que ficou muito gostosa, apesar de ter ficado um pouco mais doce do que eu queria. E no fim de semana fiz essa lindeza dessa Geleia de Maçã com Canela.

geleia_maca_canela

Confesso que foi um pouco mais demorado e trabalhoso do que eu imaginei que seria, mas o resultado valeu todo o esforço. Quem estiver a fim de passar algum tempo na cozinha, pode tentar com essa receita.

Ingredientes:
– 5 maçãs
– 1 xícara de chá de açúcar
– 1/2 xícara de chá de água
– 1 colher de chá (generosa) de canela
– suco de 1/2 limão

Preparo:
Descasque as maçãs e corte em cubos pequenos. Coloque-as na panela e regue com o suco do limão. Misture a canela com o açúcar e despeje na panela por cima das maçãs. Acrescente a água e, só então, ligue o fogo em temperatura média. Aí entra o exercício de paciência. As maçãs tem que cozinhar de 30 a 40 minutos e você deve mexe-las periodicamente para que não grudem. Quanto mais você cozinhar, mais você deve mexer, porque a calda vai engrossando e se prendendo cada vez mais na panela. Quando as maçãs estiverem bem macias, pegue um espremedor de batatas e esprema-as na panela mesmo. Volte ao fogo e mexa por mais alguns minutos até incorporar todos os pedacinhos. Deixe esfriar e guarde em potinhos.

Eu gosto muito de geleia com pedaços, por isso fiz dessa forma, com o espremedor de batata. Se você preferir uma geleia mais pastosinha, estilo purê, pode bater as maçãs cozidas no liquidificador ou usar o mixer direto na panela.

Apesar de todo trabalho, ficou muito gostosa! Eu servi de várias maneiras: em torradas, em pãezinhos, com waffle, com pana cotta e até pura, pra comer de colher. Fez sucesso!

Espero que gostem!

Chef Liloca

Molhinhos de Maionese

Olá, pessoas queridas!

Atendendo a pedidos, hoje vou ensinar a receita desses três molhinhos super rápidos de maionese. Eles podem ser usados para acompanhar legumes, carnes, aperitivos ou simplesmente como patezinhos.

Demorei um pouco mais que o prometido para passar as receitas porque não estava encontrando a foto nos meus backups.

Jpeg

  De cima pra baixo, ou da esquerda para a direita, temos: maionese com alho, maionese com mostarda e páprica (minha preferida) e maionese verde.

Uma mais fácil que a outra. Seguem as receitas:

Maionese com Alho
Ingredientes:
– 1 xícara de chá de maionese de boa qualidade
– 3 dentes de alho
– pimenta do reino a gosto

Preparo:
Coloque todos os ingredientes no processador e bata até misturar tudo. Eu aconselho colocar um dente de alho de cada vez e ir provando. Se você achar que com o segundo dente já ficou com sabor suficiente, pare por aí. Se achar que com 3 dentes ainda ficou fraco para o seu paladar, vá acrescentando até chegar ao ponto desejado.

 Maionese com Mostarda e Páprica
Ingredientes:
– 1 xícara de chá de maionese de boa qualidade
– 6 colheres de sopa (generosas) de mostarda amarela
– 2 colher de chá de páprica picante

Preparo:
Essa consegue ser mais fácil que a anterior, nem precisa do processador. É só incorporar os ingredientes com a colher mesmo até que fique uma mistura homogênea.

 Maionese Verde
Ingredientes:
– 1 xícara de chá de maionese de boa qualidade
– 1/2 xícara de chá de cebolinha picada
– 2 filezinhos de anchova

Preparo:
Pique os filezinhos e coloque com os demais ingredientes no processador. Bata grosseiramente até misturar tudo. Essa eu acho interessante deixar alguns pedacinhos, mas se preferir, pode misturar até ficar um creme.
Como já comentei aqui no blog, eu não suporto salsinha, mas pra quem gosta, pode acrescentar à receita.

Todas essas maioneses devem ser conservadas na geladeira até a hora de serem servidas, ok?!

Espero que tenham gostado e, para quem havia pedido a receita, espero que tenha valido a pena esperar!

 Chef Liloca

Batata Recheada com Shimeji

Olá, pessoas queridas!

Depois de muito tempo, estou de volta!

Gostaria de começar me desculpando pela ausência, mas desde a época da mudança não tinha conseguido arrumar tudo aqui em casa para poder postar as receitas.

Agora as coisas já estão mais arrumadinhas e o computador já está bonitinho no escritório, vou voltar a compartilhar com vocês os pratos feitos na minha nova cozinha linda e espaçosa! Smiley de boca aberta

Para a volta do blog, apresento essa delicinha de receita que fiz para matar uma vontade que já estava comigo há algum tempo: Batata Recheada com Shimeji.

batata_recheada_shimeji

Além de ter esse visual lindo, a receita é muito simples.

Ingredientes:
– 4 batatas grandes
– 1 bandeijinha de shimeji
– 4 colheres de sopa de manteiga ou margarina
– 1/3 de xícara de chá de vinho tinto seco
– 6 colheres de sopa de molho de soja
– 100g de requeijão cremoso
– 1/2 dente de alho amassado
– 1/2 xícara de chá de cebolinha picada
– 1 colher de sopa de azeite
– sal e pimenta do reino a gosto
– lascas de parmesão

Preparo:
Comece cozinhando as batatas. Você pode fazer como achar melhor: micro-ondas, panela de pressão ou panela comum. O importante é que elas fiquem macias.
Enquanto elas cozinham, prepare o shimeji:
Limpe-os com um papel toalha e pique-os. Coloque o azeite em uma panela e acrescente duas colheres de manteiga. Quando estiver quase toda derretida, coloque o alho e doure-o levemente. Acrescente então o shimeji picado e regue com o vinho. Coloque um pouco de pimenta do reino e em seguida acrescente o molho de soja. Cozinhe, mexendo sempre, até o álcool evaporar e o caldo engrossar. Acrescente então metade da cebolinha picada e reserve.
Quando as batatas estiverem cozidas, corte uma tampa delas e, com uma colher, tire a polpa e reserve. Deixe as beiradas com espessura de pelo menos 1 centímetro, para que as batatas não rachem.
Tempere o interior das batatas com um pouco de sal e pimenta do reino e leve ao forno por 10 minutos.
Enquanto isso, amasse a polpa das batatas com um garfo, acrescente o restante da manteiga e 2 colheres de sopa de requeijão cremoso. Tempere com sal, pimenta do reino e a cebolinha.

Montagem:
Retire as batatas do forno. Coloque uma camada de requeijão cremoso, uma colher de sobremesa do shimeji, cubra com o purê feito com a polpa das batatas, coloque duas colheres de sopa generosas de shimeji e finalize com algumas lascas de parmesão.
Leve ao forno de 10 a 15 minutos, apenas para aquecer todos os ingredientes.

Esse é um ótimo acompanhamento para um salmão assado. Dá até água na boca!

Espero que tenham ficado felizes com o retorno!

Chef Liloca

Bruschettas de Copa com Brie e Damasco

bruschetta_copa_brie_damascoBom dia, pessoas queridas!

Antes de mais nada, quero me desculpa com vocês pela ausência nesses últimos tempos. Mas o motivo é nobre rs!  Finalmente, depois de muito tempo procurando, estou de mudança! Por isso, nos últimos dias, minha vida se resumiu a encaixotar e embalar coisas. Não sei o que é cozinhar há mais de 2 semanas, mesmo porque, grande parte dos meus utensílios já está dentro das caixas :/ Mesmo tendo algumas receitinhas guardadas aqui pra postar, não me sobra tempo.

Demorou tanto tempo pra postar de novo, que até me perdi com as receitas do fim do ano. Vou parar essa novela por aqui e quando tiver receitas dessa época eu só sinalizo que foram feitas para as festas.

Vou compartilhar hoje essa receita divina de bruschettas de copa com queijo brie e damasco que achei nos meus arquivos antigos, que é ótima pra qualquer ocasião.
Bruschettas são incrivelmente fáceis de preparar. Uma boa combinação de ingredientes torta esse prato super simples uma iguaria sofisticada que arranca aplausos e suspiros de quem come. São uma ótima opção para impressionar convidados sem ter que se matar durante horas na cozinha.

Sem mais enrolação, vamos à receita:

Ingredientes:
– 1 pão italiano
– 100g de copa
-100g de damasco seco
– 150g de queijo brie
– azeite a vontade
– parmesão ralado a vontade

Preparo:
Corte o pão italiano em fatias de aproximadamente  dois dedos de largura. (Na foto da pra perceber que as fatias estão bem grossas, né?! Mas eu acho que um pouco mais finas elas ficam melhor, mesmo porque, ainda tem o recheio em cima e fica muito alto para morder.)
Disponha as fatias em uma assadeira e pincele um fio de azeite sobre cada uma. – Nas bruschettas tradicionais, costuma-se esfregar um dente de alho no pão para assar com o azeite, mas nessa receita eu preferi pular essa etapa. – Coloque a assadeira no forno (só com os pães mesmo) por uns 5 minutos, só pro pão dar uma esquentadinha. Retire e coloque sobre as fatias um pedaço generoso de queijo brie, duas fatias de copa e dois damascos. Em cima de cada damasco, coloque um quadradinho de queijo brie e salpique de leve com parmesão ralado. Leve ao forno novamente por uns 15 minutos ou até que o queijo tenha derretido. Sirva ainda quente.

Façam que vocês não vão se arrepender!

Chef Liloca

 

Torta de Chocolate com Mousse de Maracujá

torta_chocolate_maracuja

 

Olá, pessoas!

Dando continuidade às receitas do fim do ano, essa é a sobremesa que fiz pro mesmo dia dos mini rocamboles. Apesar dessa foto não ser uma das melhores que já tirei para o blog, garanto que essa torta de chocolate com mousse de maracujá arranca suspiros de quem prova. (Sim, tem chocolate! rs Como eu disse, a foto não é das melhores, mas eu garanto que embaixo desse maracujá tem chocolate).

A ideia dessa torta surgiu no meu trabalho, quando pedi uma sugestão ao meu chefinho querido Giu (que também aprecia a arte de fazer e comer bem) sobre uma sobremesa fácil e gostosa pra levar para a família. Como eu não teria muito tempo e já ia fazer os mini rocamboles (que levam um tempinho), tinha que fazer algo prático para adoçar a vida das pessoas. Começamos com um mousse de maracujá simples e fomos aprimorando a ideia até chegar na torta. Segue a receita:

Ingredientes:
Massa:
– 1 pacote do bolacha maisena
– 1/2 xícara de chá de margarina sem sal (em temperatura ambiente)

Ganache de Chocolate:
– 1 barra de chocolate ao leite
– 1 caixinha de creme de leite

Mousse de Maracujá:
– 1 lata de leite condensado
– 1 lata de creme de leite
– 1 lata de suco concentrado de maracujá
– 1 maracujá azedo (para enfeitar)

Preparo:
Massa:
Triture as bolachas no liquidificador, despeje em uma tigela e acrescente a margarina. Misture até atingir a consistência parecida com areia molhada. Distribua a massa na forma, apertando com os dedos. Leve ao forno em temperatura média por mais ou menos 15 minutos, ou até que a massa esteja dourada. Reserve.

Ganache:
Derreta o chocolate no microondas e incorpore o creme de leite, mexendo com um fuê. Quando a mistura estiver homogênea, despeje-a sobre a massa, já fria, e leve à geladeira por pelo menos 4 horas.

Mousse de maracujá:
Quando o ganache já estiver bem firme, misture, no liquidificador, o leite condensado, o creme de leite e o suco concentrado de maracujá. Bata até os ingredientes virarem um creme. Despeje a mistura sobre o ganache e leve a torta novamente à geladeira por pelo menos 2 horas. Quando o mousse estiver firme, enfeite a torta com a polpa do maracujá.

É muito importante que o ganache esteja bem firme, para você poder despejar o mousse de maracujá sem que os dois se misturem.

Como eu já tinha previsto que estaria sem muito tempo no dia da festa, fiz a massa e o ganache no dia anterior, a noite. O que foi muito bom, pois no dia seguinte de manhã, quando fui fazer o mousse, o ganache estava bem firme e não meu causou problemas.

Chef Liloca